Viajar é uma experiência maravilhosa! Da fase em que começam os primeiros planos até o momento de embarcar, tudo envolve uma série de emoções. A gente sente o alívio de fugir da rotina, a felicidade por embarcar em uma nova aventura, a ansiedade pela chegada do dia de viajar e aquela saudade que começa a bater antes mesmo da viagem acabar.

Porém, há uma tarefa que nem todo mundo gosta de executar e que, justamente por isso, muita gente acaba deixando pra última hora: arrumar as malas. Quem nunca começou a organizar o que precisava levar aos 48 do segundo tempo e se lembrou de algo importante quando já era tarde demais? Pois é, este é um fato que ocorre com muita frequência, na ida e na volta das viagens.

O texto da semana é para lhe ajudar a evitar esse tipo de problema. Embora seja trabalhoso, organizar as malas pode ser uma tarefa mais ágil e prática se você utilizar algumas técnicas. Veja só!

 

1. Escolha uma mala realmente adequada

Não adianta querer levar bagagem para 30 dias de viagem numa mochila, e não faz sentido carregar uma mala gigante se a viagem for curta ou repleta de escalas, por exemplo. O primeiro passo para garantir que a organização será feita do modo correto é a escolha da mala. Entenda qual é realmente a quantidade e o tipo de bagagem que você precisa levar e, em seguida, separe a mala, bolsa ou mochila mais adequada.

 

2. Separe tudo antes que começar a organização

Um erro comum cometido por muita gente é o de organizar a bagagem diretamente na mala. Na verdade, o ideal é separar tudo que você precisa sobre uma cama ou mesa, para visualizar exatamente o que está prestes a guardar, e só depois disso começar a estruturar a mala. Esse detalhe faz muita diferença, acredite!

 

3. Aproveite todos os espaços possíveis

Para fazer tudo caber sem estourar o zíper da bolsa, é preciso aproveitar cada espaço disponível, por menor que seja. Guarde meias dentro de sapatos, leve os cintos abertos nas “paredes” da mala ao invés de enrolados, guarde cabos e pequenos eletrônicas dentro de bolsos de casacos e jaquetas, entre outras possibilidades. Cada cantinho conta.

 

4. Nunca encha a mala por completo

Outro erro comum é levar a mala completamente ocupada. Além de correr riscos de estragar a estrutura da bolsa, danificar algum item importante da sua bagagem ou superar o limite de peso, você ainda pode sofrer na volta, quando a mala geralmente retorna mais desorganizada e bem mais cheia. Sempre deixe um pouco de espaço sobrando.

 

5. Capriche na bagagem de mão

Por fim, aproveite ao máximo a bagagem de mão. Quando dizemos isso, não significa que vale a pena encher sua bolsa ou mochila até o limite para aliviar o peso da mala. O correto é levar somente o mais importante, mas ciente de que pequenos itens que estariam perdidos na mala podem ganhar um lugar mais acessível. 😉

 

Agora que você já leu todas essas dicas, avalie sua agenda, prepare sua mala e faça uma reserva conosco para descansar e curtir o que há de melhor em Tiradentes/MG. Até logo!