Igrejas e capelas de Tiradentes

A cidade de Tiradentes chama a atenção por ser um dos centros históricos de arte barroca mais preservados de Minas Gerais e do Brasil e também, claro, por sua beleza exposta em cada canto.

Andar pelas ruas de pedras da cidade é se encantar com os casarões, igrejas barrocas, ateliês e restaurantes espalhados por todos os lados. Ah! É importante lembrar que o conjunto arquitetônico de Tiradentes foi tombado em 1938 pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN).

Os monumentos religiosos trazem consigo além das riquezas, uma grande bagagem histórica. As igrejas e capelas de Tiradentes encantam a todos que passam pela cidade. Listamos as principais para que você possa conhecer um pouco mais.

 

Igreja Matriz de Santo Antônio

A Igreja Matriz de Santo Antônio, principal ponto turístico de Tiradentes, é o mais antigo e também o principal templo católico da cidade, além de ser um grande exemplo de arquitetura e arte nos estilos barroco e rococó.

Riquíssima em detalhes e em história, a igreja foi erguida no século XVII e conta com cerca de 482 quilos de Ouro. Além disso, algumas de suas esculturas externas são atribuídas a Aleijadinho, o que o torna ainda mais emblemático.

 

Capela de São Francisco de Paula

Com uma simplicidade enorme e uma beleza exuberante, a capela tem uma vista esplêndida! No topo é possível avistar a Matriz de Santo Antônio, os casarões e até mesmo as montanhas. Na capela há um painel, pintado na década de 1940, que retrata a religiosidade de moradores da região. Em seu interior, o singelo retábulo-mor traz a imagem do santo padroeiro e as de Nossa Senhora do Carmo e Santo Antônio. Além disso, a capela tem suas sineiras e um cruzeiro de 1718 incorporados à fachada do prédio, o que a difere dos demais templos da cidade. A dica para esta visita é: aproveite o pôr do sol!

 

Capela de Santo Antônio da Canjica

A capela, reconstruída pela comunidade local, atualmente conta com apenas uma parede original do templo construído no século XVIII. O espaço abriga imagens de Santo Antônio, São João de Deus e de Nossa Senhora da Conceição. Mas e esse nome? Porque Canjica? Vamos entender. O nome “Santo Antônio da Canjica” faz alusão ao ciclo do ouro, quando foram encontradas pepitas preciosas do tamanho de grãos de milho, utilizados na produção de canjica.

É impossível não notar o quanto o circuito religioso de Tiradentes é rico e exuberante. Venha fazer uma visita para conhecer templos e igrejas de todos os tipos e fique hospedado na melhor pousada de Tiradentes. Faça sua reserva. Estamos te esperando!