Harmonização, cozinha ao vivo, degustação, pequeno produtor. Não faz tanto tempo assim, comer era comer e pronto, independentemente do caminho que o prato levava até chegar ao cliente. A valorização da gastronomia brasileira e de todo o universo que cerca a cultura do sabor fez toda uma cadeia, que sempre existiu, ganhar luzes.

E não há como tirar do Festival Cultura Gastronomia Tiradentes, que começou na última sexta-feira (23) e vai até o próximo dia 1º, o pioneirismo nessa cena. Um dos mais tradicionais eventos do gênero no país, ele foi se moldando através dos tempos. Ao longo de 10 dias, a intensa programação arregimentará cerca de 50 mil pessoas, de acordo com os organizadores.

O tradicional evento chega à 22ª edição neste ano, com cerca de 200 atrações gastronômicas, em estandes de chefs e produtores, cozinhas ao vivo, aulas, palestras e eventos requintados com cozinheiros convidados.

Em 2019, entre os destaques estão os festins, jantares que voltam a ser protagonizados por chefes nacionais de relevância, como: Marcelo Petrarca (DF), Alberto Landgraf (RJ), André Mifano (SP), Morena Leite (SP), Henrique Gilberto (MG) e Marco Gil (CE). No festival, os estandes se dividem entre a Praça da Rodoviária e a Praça Campos das Vertentes, com pratos variados para todos os gostos.

A base da curadoria gastronômica do Festival Cultura e Gastronomia é a Expedição Fartura que já percorreu o Brasil inteiro em mais de 77 mil km coletando informações sobre chefes, produtores, produtos, ingredientes, mercados e receitas. A presença dos festivais em todas as regiões do país consolidam o Fartura – Comidas do Brasil como a mais completa plataforma e fonte gastronômica do país.

 

Programação

Os diferentes pontos da cidade de Tiradentes guardam verdadeiras experiências gastronômicas e culturais aos visitantes. A programação ganha espaço na Praça da Rodoviária, na Praça das Vertentes e nos espaços especiais criados para o festival, como o Espaço Origem ao Prato, Espaço Degustação Senac e o Espaço Interativo Senac.

Os festins, jantares especiais pensados para o evento, além de programação especial com menus diferenciados também integram a programação. Para deixar a iniciativa ainda mais completa, estabelecimentos gastronômicos da cidade entram no clima e abrem as portas para os visitantes.

E para os visitantes que querem levar um pouquinho da 22ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes para casa, será possível conhecer produtores locais e de diversos lugares do Brasil que expõem e comercializam seus produtos.

 

Espaço Origem ao Prato

Nele, os chefes fazem receitas em tempo real, compartilhando dicas e segredos com o público. Ao final, os espectadores podem comprar os pratos preparados. Para o espaço, são esperados os chefe Elzinha Nunes e Márcia Nunes, do Restaurante Dona Lucinha (BH e SP), Juliano Caldeira, do Rima dos Sabores (BH), Cristóvão Laruça, do Restaurante Caravela (BH) e Caio Soter de Noronha, do Alma Chefe (BH).

 

Espaços Senac

Com os espaços Degustação e Interativo, o Senac promove ações com chefes e profissionais da gastronomia para dialogar com o público enquanto elaboram pratos, ensinam técnicas e apresentam aulas teóricas e mão na massa. A programação dos espaços é gratuita, sujeita à lotação.

 

Música e cultura

Dois espaços musicais marcam o evento. Localizados nas Praças da Rodoviária e das Vertentes, os palcos trazem uma agenda diversificada de artistas, entre DJs, orquestras, bandas de Jazz, chorinho e muito mais.

Atrações cênicas também integram o festival, com apresentações itinerantes que se espalham pelas ruas da cidade ao longo das peças, contações de histórias e cortejos circenses.

A programação completa, incluindo chefes e restaurantes participantes, além das atrações culturais previstas podem ser conferidas clicando aqui. 

 

Informações: Grupo uai/ Foto: Fartura Brasil